Aumentar fonte:

Tesouro divulga o relatório Aspectos Fiscais da Seguridade Social no Brasil

Documento mostra que déficit previdenciário é crescente e precisa ser enfrentado para garantir a sustentabilidade do sistema

29.11.17 O Tesouro Nacional publica nesta quarta-feira o relatório "Aspectos Fiscais da Seguridade Social no Brasil". O texto mostra, com tabelas e gráficos, que o déficit da Seguridade Social não apenas existe, como vem se agravando desde 2007, resultado de um crescimento das despesas mais acelerado do que o das receitas. A Desvinculação de Receitas da União (DRU) não pode ser responsabilizada por essa situação.

As projeções mais atualizadas apontam que, se nada for feito, em 2060 o déficit do RGPS alcançará 11,3% do PIB, exigindo um aumento da carga tributária de 8,5% do PIB para ser financiado. A situação previdenciária no Brasil, portanto, precisa ser enfrentada por uma reforma definitiva que garanta a sustentabilidade do sistema no médio e longo prazos.

O documento de hoje faz parte de uma série de relatórios que serão divulgados futuramente e que vão tratar de temas como as estatais federais, a relação entre o Tesouro Nacional e o Banco Central, os ativos e passivos da União e os programas Fies e ProUni.

O objetivo dessas publicações é apresentar para a sociedade, numa linguagem acessível, estatísticas relevantes produzidas pelo Tesouro, contribuindo para o debate e o fortalecimento da mensagem de responsabilidade fiscal da instituição.